domingo, 24 de julho de 2011

Notícias do 10º Barnabé

CLIQUE AQUI!

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Não demore para voltar

Uma das parábolas mais conhecidas da Bíblia é a do chamado “Filho Pródigo”. Pródigo... “Que dissipa a fortuna loucamente ou a compromete com gastos excessivos”. No contexto da parábola, é também aquele que consome não somente seu dinheiro, mas sua própria vida, de forma inconsequente.
Para quem não conhece o texto, leia-o em Lucas 15. Trata-se do relato de Jesus a respeito de um jovem que morava com seus pais, tinha tudo, mas queria experimentar a vida fora do contexto de sua casa. Pediu ao seu pai que, ainda que vivo, lhe adiantasse a parte que lhe cabia de sua herança. O pai, contrariado, fez a vontade do filho, que juntando tudo partiu para longe.
Longe da casa de seus pais e com bastante dinheiro, não lhe faltou companhia, não lhe faltou amores, não lhe faltou oportunidades. Viveu loucamente. Numa visão materialista e moderna, seria o playboy com um carrão do ano e roupas de marca, tirando onda de balada em balada. Repleto de “bons amigos” e mulheres à sua disposição...
A Bíblia relata que chegou o dia em que o rapaz já tinha gasto tudo. Sem dinheiro, ficou sem companhias, sem amores e sem oportunidades. Na mesma época a terra onde estava foi atingida por escassez e fome. Foi trabalhar numa fazenda qualquer, no mais desprezível trabalho para um judeu... O chiqueiro! No fundo do poço, sozinho, sem o calor da família, sem o sorriso dos verdadeiros amigos, distante da mesa farta dos velhos tempos, desejou comer da lavagem dos porcos.
Com as narinas impregnadas do mau cheiro, atolado na lama e nas fezes... No fim de si mesmo... Ele decide voltar! Na fazenda de seu pai, o pior dos empregados vivia melhor do que ele. No retorno, palavras ensaiadas para dizer a um pai que nunca perdeu a esperança... “Trata-me como um de seus empregados!”. Mas, não foi assim... O olhar triste do pai no horizonte se transforma. O filho que estava perdido, foi achado... Aquele que estava morto, reviveu! No meio do caminho o abraço sela um novo começo. O filho que abandonou a casa, a família e as dádivas do lar, estava de volta!
Esta história reflete a vida de muitos homens e mulheres que um dia se aventuraram a deixar espiritualmente o aconchego da família de Deus, da igreja, para conhecer um mundo distante.
É fácil perceber a similaridade. Quem já desfrutou do amor de Deus, já correu livremente pelos campos da presença do Senhor. Já se alimentou de Sua mesa farta e já sentiu de perto Seu consolo, Seu amor e Seu perdão... E hoje está distante! Está fora do lar!... Pode me entender...
Em primeiro lugar, quem decide abandonar a Casa de Deus, precisa de boas justificativas para isso... E Satanás começa a lhes dar cada uma delas. Se justifica nos outros, se justifica nas coisas, se justifica nas estruturas. (O Diabo coloca as mãos sobre seus ombros, como um “bom amigo”, e começa a lhes enumerar as razões pelas quais deve deixar a igreja).
Este pródigo contemporâneo precisa também crer que longe haverá outras experiências, outros amigos, outras razões para viver. E no começo, Satanás, apresentará novas amizades, novos amores, novas oportunidades.
Mas o dia mau, ocorrido na parábola, chega. O tempo da escassez, da crise, da necessidade dos bons velhos amigos, também chega. E tudo aquilo que um dia foi deixado pelo Senhor se apresentará como únicas possibilidades de prosseguir. E o frescor dos cânticos de adoração, os sorrisos da expressão de felicidade na Casa de Deus, serão substituídos pelo mau cheiro do pecado e pelo fardo pesado de quem vive uma vida distante do Pai.
Não demore para voltar. Se hoje você está distante, depois de ter vivido tantos momentos maravilhosos com Deus, retorne. Não chegue ao seu limite, não aguarde pelo pior. Volte.
Saiba que o Pai Celeste aguarda ansioso pelo seu regresso. Olha atentamente para o horizonte esperando o dia em que você surgirá na paisagem, trazendo um novo colorido para a face de quem não desiste nem um dia sequer de você. Não lhe tratará como um empregado, antes lhe colocará um anel no dedo e sandálias nos pés. Porque você é o alvo de seus mais intensos pensamentos e sua volta, o mais profundo de seus desejos.
Não demore para voltar.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Missões com "M" maiúsculo


X Projeto Barnabé



Introdução:

Pela segunda vez estaremos realizando um projeto atendendo mais de um campo simultaneamente (a primeira vez foi em 2009, quando dividimos a equipe em 3 grupos – Ponta Grossa 1, Ponta Grossa 2 e Planalto). Desta vez estaremos em cinco campos diferentes, Pranchita – no SUDOESTE do Estado, Serranópolis, Itaipulândia (fase 2), Agrocafeeira e Capitão Leônidas Marques, estas últimas na região do IGUAÇU.

Nossa expectativa é grande porque o trabalho será mais uma vez de desbravamento, pois apenas em Pranchita temos um templo Batista, mas a igreja com menos de cinco membros.

Este ano vamos inaugurar novas estratégias, visando aperfeiçoar o acompanhamento dos frutos, integrando os novos convertidos na igreja.

Nosso cronograma ABRIL

20 | Abertura das Inscrições para X Projeto Barnabé;


MAIO E JUNHO

Treinamento à distância;

JULHO:

4 | Fechamento das Inscrições para o X Projeto Barnabé

9 e 10 | Recepção dos Projetistas em Matelândia para Treinamento;

10 | Culto de Comissionamento e Partida para os Campos;

11 | Organização da Base, Caminhada Missionária e Culto Interno;

12 a 19 | Recensenceamento, Discipulado, Cultos Públicos, Oficinas;

13 | Início das Turmas de Estudos Bíblicos no templo;

14 a 16 | EBF;

15 | Filme Evangelístico;

16 | Operação Campo;

18 | Grande Teatro;

20 | Organização da Base e Despedida do campo;

21 | Retorno para Matelândia - Acampamento Missionário;

22 | Dia de Folga – Turismo (Paraguai, Argentina, Cataratas do Iguaçu, Itaipu);

23 | Culto da Vitória em Matelândia – Encerramento do X Projeto Barnabé;

Inscrição:

Deve ser feita via site –www.pibmatelandia.com.br. Lá deverão ser realizados os downloads dos arquivos, dos quais alguns deverão ser devolvidos para nosso escritório através do emailbarnabe@pibmatelandia.com.br

O valor da inscrição é R$ 150,00, podendo ser pago em até 3x via boleto ou depósito bancário - Basta marcar sua opção no ato da inscrição. O boleto será enviado via email e os depósitos deverão ser realizados no Banco Bradesco, Agência 1468, Conta Corrente 0505424-9, em nome de Primeira Igreja Batista de Matelândia (os comprovantes deverão ser enviados via email ou entregues no dia em que chegar a Matelândia).

A taxa de inscrição cobre as seguintes despesas: Alojamento e Alimentação em Matelândia antes do projeto, Viagem para o campo (ida e volta), Alojamento e Alimentação no Campo, Camisa de Identificação do Projeto, Material para Evangelismo, Material do Projetista, Participação do Acampamento Missionário após o Projeto.

A taxa de inscrição não inclui as despesas de transporte para o Turismo e alimentação durante este dia. Esta despesa gira em torno de R$20,00 para o transporte, ficando a alimentação e os custos nos lugares por conta do projetista.

Caravanas

Façam os cálculos de tempo de viagem a fim de que estejam em Matelândia preferencialmente no sábado, dia 9 – podendo chegar até o domingo, dia 10.

Para os que pretendem vir de avião, precisamos do horário de chegada do grupo com antecedência para nos programarmos. O aeroporto de Foz dista 80 Km de Matelândia.

Como o grupo que sai do Galeão costuma ser maior, os que pretendem vir a partir do Rio favor nos informar o quanto antes para que tentemos fechar um pacote, com preço especial.

1. Preencha o Formulário ON-LINE de pré-inscrição; Clique aqui!

2. Faça Download dos arquivos de Inscrição; Clique aqui!

3. Preencha as fichas e envie de volta para a Missão Barnabé, através do email barnabe@pibmatelandia.com.br

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

O que estamos fazendo pela obra Missionária?



“Porque não ousarei dizer coisa alguma, que Cristo por mim não tenha feito, para fazer obedientes os gentios, por palavra e por obras”; (Rm 15.18)

O que estamos fazendo pela Obra Missionária?

Você já deve conhecer a Missão Barnabé, pois este email foi enviado inicialmente apenas para quem nos conhece. Se você não conhece, é provável que tenha recebido esta mensagem encaminhada por alguém que acredita que você tenha visão e amor por missões.

Nós estamos plantando igrejas no Sul do Brasil, e efetivamente transformando vidas de maneira continua e crescente, desde o ano de 2004. Nossa estratégia é simples: quanto mais agências do Reino espalhadas, mais portas para que o perdido encontre a salvação.
Não só plantamos a igreja, como acompanhamos o seu desenvolvimento e na maioria delas, participamos do seu sustento.

Nossa meta é abrir 10 novas igrejas nos próximos 12 meses. Já temos muitas cidades sendo-nos apresentadas como desafio, e em julho cumpriremos a primeira parte de nosso objetivo: iniciaremos 5 novas Frentes Missionárias em 5 lugares diferentes.

O trabalho é iniciado através do projeto (missionário) Barnabé, onde uma equipe de voluntários é enviada por até 14 dias para a evangelização no lugar. O obreiro é deixado no campo e na maioria dos casos, o templo já está aberto com a nova igreja se reunindo.

Sustentamos a nova igreja a partir de então, graças a parceiros de todo Brasil que investem sistematicamente em nosso trabalho – investindo no Avanço Missionário. São contribuições pequenas que agrupadas podem fazer uma revolução!

Todas as ofertas que recebemos são investidas diretamente no campo. Nada é gasto com estrutura ou escritório. A PIB Matelândia assume esta despesa para que a oferta do mantenedor chegue diretamente ao campo missionário. Por isso nossas frentes missionárias são equipadas pela Missão Barnabé na proporção em que as necessidades vão surgindo. Móveis, Instrumentos, Som, Projetores Multimídia vão sendo adquiridos e enviados para cada campo.

Cada Frente Missionária possui autonomia para administrar os recursos financeiros, que são levantados através de seus dízimos e de suas ofertas, com suas próprias necessidades. As entradas ficam na própria igreja e o que retorna para a Missão Barnabé é a parceria que a Frente Missionária faz conosco – desenvolvendo assim, na nova igreja, a visão missionária que defendemos.

Cada missionário é livre para ter os seus parceiros pessoais, sem que este recurso tenha que vir para a Missão Barnabé.

Nós sustentamos um campo Barnabé com aproximadamente R$2000! É pouco, mas o sistema que temos adotado nos possibilita trabalhar assim. Se fizermos as contas vamos descobrir que não custa caro fazer missões e que na proporção que as pessoas vão se comprometendo, mais poderemos fazer! Logo, plantamos uma igreja... Com 10 pessoas contribuindo mensalmente com R$200, 20 contribuindo com R$100, 40 com R$50, 80 com R$20... E assim por diante!

Não é difícil para qualquer pessoa renunciar, por mês, a uma pizza e uma coca-cola e ser um parceiro Barnabé com R$20. O que falta é o despertamento. O que falta, talvez, é saber que alguém está organizando um mover missionário graças às “pizzas e os refrigerantes” que outros deixam de consumir.

Pense nisso.

Necessitamos de parceiros para avançar ainda mais.

Se você já é um parceiro Barnabé, envie este texto para outro.
Se você já foi um parceiro, quem sabe não é hora de retomar conosco a caminhada?
Se você nunca foi um parceiro, junte-se a nós!

Se você sentir que precisa conhecer mais a Missão Barnabé e nosso trabalho, temos vídeos, textos e relatórios (até financeiro!), espalhados pela internet. Os links abaixo poderão lhe ajudar:

Blog da Missão – Textos, vídeos e Fotos;

Último Relatório Financeiro;

Vídeo do VIII Projeto Missionário;

Vídeo do IX Projeto Missionário;

Formulário para Parceria com a Missão Barnabé.



Deus mantém sua igreja neste mundo por causa de Missões. Eu e você estamos aqui para isso... Então temos que responder a esta pergunta: "O que estamos fazendo por esta obra missionária?"

Um grande abraço.
Pr. Fabrício Silveira

Por vossos missionários no Sul do Brasil: Harley, Roze, Cristiano, Elizabete, Odair, Alessandra, Cícero, Salete, Alan, Letícia e seus filhos Cléo, Bruno, Rafael, Bruno, Amanda, Ana Raquel e Daniel.