sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Salvação sem arrependimento?


Onde você estará daqui a 100 anos? A maioria dos cristãos nominais de hoje estarão no inferno. Esta afirmação pode parecer loucura ou exagero. Quem sabe até uma posição radical demais... Mas não é. Trata-se somente de uma constatação. Enganados por uma casca de espiritualidade e refugiados em uma religiosidade funcional, caminham muitos para a perdição eterna.
Não são poucos os que povoam os bancos das igrejas e dividem seu tempo com práticas que afrontam a Deus. Perseveram na vida dupla, ignorando a ânsia de vômito que isto provoca no Senhor. Passarão a eternidade se lembrando que as mãos erguidas na falsa adoração e as lágrimas cheias de emoção derramadas em muitas ocasiões não puderam lhe tirar do inferno. Movimento externo sem mudança interna é falsidade. Não pode iludir o olhar de Deus.
Estes são os mesmos que não entendem (ou não querem entender) porque as coisas continuam dando errado em sua vida pessoal. Costumam culpar a Deus, culpar a igreja, e resistem em se olhar no espelho. Ignoram a santidade do Senhor e Sua incapacidade de se relacionar com os que, conhecedores de Seus atributos, mantém suas mãos sujas – impregnadas de pecado. Esperam o que não poderão receber de Deus.
É provável que a culpa seja nossa. A igreja Evangélica atual está produzindo cristãos em série. Homens e mulheres, atraídos pelos programas e sugestões de vida sadia (física e espiritual), aproximam-se das igrejas... Submetem-se aos seus sistemas... Integram-se aos seus grupos... Aprendem seus princípios... Mas não conhecem o ARREPENDIMENTO!
Esta é a lição que relutam em aprender. Sem arrependimento não há nova criação. Era o que faltava no Jovem Rico, que insistia no conhecimento religioso como sua tábua de salvação. Era o nascer de novo para Nicodemos, escravo da tradição. Era a eternidade com Deus garantida a Zaqueu após sua disposição para a mudança de atitude.
Que não sejam tão legalistas procurando sanar o problema deixando de fazer isto ou aquilo. Mas, que se preocupem com a motivação para isto ou aquilo. Mudança de mente é arrependimento. Reflete em abandono, renúncia e transformação. Se não existe mudança, continuam os mesmos... E sobre estes PERMANECE a ira de Deus.
“Não adianta ir a igreja e cantar louvor... Ler um salmo ou um folheto dar, se sua vida não está como a Bíblia diz... Você não é capaz de o servir”(Grupo Elo)

2 comentários:

Anônimo disse...

Pastor...Duvido que quem o tenha lido não tenha parado pra analisar e refletir sobre algumas ações que em algum momento acabam por nos corromper. Somos de carne, mas nao podemos ter dúvidas da nossa salvação, embora estejamos rodeado por tentações temos que procurar a santidade dia pós dia, de fato...a salvação é consequencia de arrependimento

Fabrício Silveira disse...

É isso mesmo, meu irmão. Vc compreendeu o que disse. Não defendo a perda da salvação. Defendo o arrependimento pós pecado com sinal da salvação.
Abraço.